Sociedade Bíblica de Portugal

75 – O nascimento da Igreja – A COLIGAÇÃO ARCO-ÍRIS

ORAÇÃOSenhor Deus, mostra-me mais acerca do teu Filho Jesus.

Texto(s) bíblico

Pedro e Cornélio

1Na cidade de Cesareia, havia um homem chamado Cornélio que era capitão duma companhia do exército romano, conhecida por «Italiana». 2Era um homem piedoso e temente a Deus, com toda a sua família. Ajudava muito os pobres e orava continuamente a Deus. 3Um dia, cerca das três horas da tarde, teve uma visão em que viu claramente um anjo de Deus que se aproximou e lhe disse: «Cornélio!» 4Ele ficou a olhar para o anjo, cheio de medo, e perguntou-lhe: «Que é, Senhor?» O anjo disse: «Deus aceitou as tuas orações e o que tens feito pelos pobres; por isso lembrou-se de ti. 5Manda alguns homens a Jafa buscar Simão Pedro. 6Ele está hospedado em casa de um outro Simão, curtidor de peles. A casa fica perto do mar.» 7Quando o anjo que lhe falou se foi embora, Cornélio chamou dois dos seus empregados mais um soldado que estava ao seu serviço e que era um homem religioso. 8Explicou-lhes tudo e mandou-os a Jafa.

9No outro dia, cerca do meio-dia, enquanto os homens iam a caminho e se aproximavam de Jafa, Pedro subiu ao terraço para orar. 10Mas sentiu fome e queria comer. Enquanto lhe estavam a fazer a comida, teve uma visão. 11Viu o céu aberto e dele descia uma coisa parecida com uma grande toalha presa pelas quatro pontas, que pousou no chão. 12Dentro havia toda a espécie de animais de quatro patas, de animais que rastejavam e de aves. 13Então Pedro ouviu uma voz que dizia: «Vamos, Pedro! Mata e come!» 14«De modo nenhum, Senhor!», respondeu Pedro. «Nunca comi nada sujo nem impuro15A voz disse-lhe então: «Não chames impuro ao que Deus tornou puro 16Isto aconteceu três vezes, até que aquela toalha foi retirada de novo para o céu.

17Pedro ficou na dúvida, preocupado com o que queria dizer aquela visão. Nisto, chegaram à porta os homens de Cornélio que o tinham ido procurar a casa de Simão. 18Perguntaram em voz alta se estava ali hospedado um homem chamado Simão, também conhecido por Pedro. 19Como Pedro ainda estava a pensar na visão, o Espírito Santo disse-lhe: «Olha, estão ali três homens à tua procura. 20Anda, desce e vai com eles sem preocupação, porque fui eu que os mandei cá vir.» 21Então Pedro desceu e disse aos homens: «Sou eu a pessoa que procuram. Por que é que cá vieram?» 22Eles responderam: «Vimos da parte do capitão Cornélio, um homem justo, temente a Deus e muito respeitado por todos os judeus. Foi um anjo de Deus que lhe disse para te mandar chamar a casa dele e para ouvir o que tens para lhe dizer.» 23Pedro convidou-os a entrar e eles ficaram ali hospedados naquela noite.

No outro dia, Pedro preparou-se e foi com eles. Alguns irmãos que viviam em Jafa também os acompanharam. 24Chegaram a Cesareia no dia seguinte. Cornélio já estava à espera deles. Tinha mesmo convidado os seus parentes e os amigos mais íntimos. 25Quando Pedro ia a entrar, Cornélio foi ao seu encontro para o receber e inclinou-se até ao chão, como se fosse para o adorar. 26Mas Pedro ajudou-o a levantar-se. «Põe-te de pé», disse ele, «porque eu sou um homem como tu!» 27Enquanto falava com Cornélio, Pedro entrou na casa e encontrou ali muita gente reunida. 28Disse então: «Como todos sabem muito bem, um judeu está proibido pela sua religião de se juntar a um estrangeiro ou de entrar na sua casa. Mas Deus mostrou-me que não devo considerar ninguém impuro ou indigno. 29Por isso, vim aqui de boa vontade, quando me chamaram. Agora, quero saber por que é que me mandaram vir.»

30Cornélio respondeu: «Há três dias, estava eu aqui em casa a orar, mais ou menos por esta hora, às três da tarde, quando apareceu diante de mim um homem vestido de branco 31que me disse: “Cornélio, Deus ouviu as tuas orações e lembrou-se do que tens feito pelos pobres. 32Manda alguém a Jafa buscar Simão, também chamado Pedro. Ele está hospedado em casa de Simão, o curtidor, que mora perto do mar.” 33Por isso te mandei logo chamar e tu foste muito amável em vir cá. Agora aqui estamos todos reunidos na presença de Deus para ouvirmos o que o Senhor te encarregou de nos dizeres.»

Explicação de Pedro

34Pedro falou-lhes assim: «Agora compreendo verdadeiramente que Deus não faz distinção de pessoas. 35Ele aceita com agrado todos os que o temem e praticam a justiça, seja de que raça forem. 36Deus enviou a sua mensagem aos filhos de Israel, proclamando o evangelho da paz por meio de Jesus Cristo, que é o Senhor de toda a Humanidade. 37Sabem bem que, começando pela Galileia, a sua palavra se espalhou por toda a Judeia, depois de João ter pregado o batismo. 38Sabem igualmente que Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e poder. Ele andou por toda a parte a fazer o bem e a curar todos aqueles que estavam debaixo do poder do Diabo, porque Deus estava com ele. 39Nós somos testemunhas de tudo o que Jesus fez, não só na cidade de Jerusalém como em toda a terra dos judeus. Eles mataram-no, pregando-o num madeiro. 40Mas Deus ressuscitou-o ao terceiro dia e fez com que aparecesse vivo. 41Não apareceu a todo o povo, mas apenas a nós que somos as testemunhas que Deus já tinha escolhido. E comemos e bebemos com ele, depois que Deus o ressuscitou. 42Ele mandou-nos pregar ao povo e testemunhar que Deus fez dele o juiz dos vivos e dos mortos. 43Todos os profetas falaram a respeito de Jesus dizendo que todo o que puser nele a sua fé recebe, pelo seu nome, o perdão dos pecados

O Espírito Santo e os não-judeus

44Ainda Pedro estava a falar quando o Espírito Santo desceu sobre todos os que o ouviam. 45Os crentes judeus, que tinham ido com Pedro, ficaram muito admirados por verem que Deus tinha dado o Espírito Santo também aos que não eram judeus, 46porque os ouviam falar línguas desconhecidas e engrandecer o poder de Deus. Então Pedro disse: 47«Estas pessoas receberam como nós o Espírito Santo. Quem poderá impedir que sejam batizadas com água?» 48E deu ordem para que fossem batizadas em nome de Jesus Cristo. Depois eles pediram a Pedro que ficasse alguns dias com eles.

Pedro informa a igreja de Jerusalém

1Os apóstolos e os outros irmãos da Judeia souberam que também os que não eram judeus tinham recebido a palavra de Deus. 2Por isso, quando Pedro chegou a Jerusalém foi criticado pelos que eram adeptos da circuncisão. 3«Entraste em casa de pessoas não circuncidadas e até comeste com elas!», diziam-lhe eles. 4Então Pedro contou-lhes ponto por ponto o que se tinha passado: 5«Estava eu na cidade de Jafa, a orar, quando tive uma visão. Vi uma coisa parecida com uma grande toalha, que descia do céu presa pelas quatro pontas, e que veio até junto de mim. 6Olhei bem para dentro e vi animais de quatro patas, feras, bichos que rastejavam e aves. 7Depois ouvi uma voz que me dizia: “Vamos, Pedro! Mata e come!” 8Mas eu respondi: De modo nenhum, Senhor! Nunca comi nada sujo nem impuro. 9A voz replicou-me: “Não chames impuro ao que Deus tornou puro.” 10Isto aconteceu três vezes, até que a toalha foi de novo retirada para o céu. 11Nisto, chegaram à casa onde eu estava hospedado três homens que vinham de Cesareia à minha procura. 12O Espírito de Deus disse-me para ir com eles sem preocupação. Estes seis irmãos da cidade de Jafa também foram comigo. Entrámos na casa de Cornélio 13que nos contou então como viu diante dele, em sua casa, um anjo que lhe disse: “Manda alguns homens a Jafa buscar Simão Pedro. 14Ele te dirá como tu e a tua família podem ser salvos.” 15Quando comecei a falar-lhes, desceu sobre eles o Espírito Santo, tal como tinha descido sobre nós no princípio. 16Lembrei-me então de que o Senhor tinha dito: “É verdade que João batizou em água, mas vocês serão batizados no Espírito Santo.” 17De facto, Deus concedeu-lhes o mesmo dom que a nós, por também eles terem crido no Senhor Jesus Cristo. Quem era eu então para poder resistir à vontade de Deus?»

18Quando os crentes de Jerusalém ouviram estas coisas acalmaram e louvaram a Deus: «Portanto, Deus deu também aos que não são judeus a oportunidade de se arrependerem e de conseguirem assim a vida eterna!»

Atos dos Apóstolos 10:1-11:18BPTAbrir na App Bíblia para todos

REFLEXÃO

Chegámos a um importante ponto de viragem na nossa viagem através da “gran-de história” da Bíblia. Como vimos anteriormente, o plano de salvação de Deus começou com Abraão (Génesis 12:1-9) e esteve inicialmente ligado à história do povo Judeu. Agora, o círculo expande-se para incluir também os não-Judeus (11:18). Pode parecer estranho que esta parte específica da história tenha sido tão detalhada em Atos. Mas, talvez tenha sido assim, para salientar a grande barreira que existia entre Judeus e Gentios naqueles dias e, por conseguinte, o enorme passo que foi dado para quebrá-la.

A passagem enfatiza, também, a intervenção ativa de Deus nos acontecimentos humanos (10:3, 17, 19). Algumas pessoas pensam em Deus como um relojoeiro, e no mundo, como o seu relógio. Deus criou o mundo, deu-lhe “corda” e, depois, deixou-o seguir o seu destino. Mas, a Bíblia não ensina, apenas, que Deus criou o mundo, de facto, ele intervém ativamente no que nele se passa. Em momentos importantes, como este, Deus intervém para guiar os acontecimentos de acordo com o seu plano de amor. Ele faz o mesmo na vida das pessoas, individualmente. Talvez possas olhar para trás, e recordar situações da tua vida, em que percebes-te existir algum tipo de padrão divino.

O principal resultado deste encontro entre Pedro e Cornélio, foi a clarificação de uma verdade fundamental acerca das Boas Novas de Deus: a salvação através de Jesus Cristo é para todos, não apenas para um grupo selecionado de membros. O reino dos céus é a derradeira “coligação arco-íris”. O que não quer dizer, que a entrada seja automática para todos. Está aberta a todos os que creem em Jesus Cristo (10:43) e que, por conseguinte, recebem o Espírito Santo (10:47). Hoje, o nosso desafio é manter a Igreja tão inclusiva, quanto Deus intencionou que ela fosse.

APLICAÇÃO

Existem pessoas no teu mundo, que parecem estar fora do alcance do evangelho? O que fazer para construir uma ponte entre elas e as Boas Novas?

ORAÇÃO

Perdoa-me Senhor, por manter as Boas novas só para mim. Estou pronto e disposto a partilhá-las com quem tu quiseres.

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: