Sociedade Bíblica de Portugal

92 – Os ensinamentos dos apóstolos – HERÓI SOBRENATURAL

ORAÇÃOPai, mostra-me um pouco mais do que significa viver por fé e não por vista.

Texto(s) bíblico

Tesouro em vasilhas de barro

1Por isso, tendo nós, pela graça de Deus, esta missão a cumprir, não perdemos a coragem. 2Antes, evitamos as coisas escondidas que envergonham. Não nos comportamos de má-fé, nem falsificamos a palavra de Deus. Pelo contrário, a nossa maneira de comunicar a verdade abertamente diante de Deus leva as pessoas a reconhecerem a nossa sinceridade. 3E se a boa nova anunciada por nós alguma vez se apresenta obscura, é para aqueles que se perdem. 4Eles não acreditam, porque o deus deste mundo cegou os seus entendimentos, para não verem a luz maravilhosa do evangelho de Cristo, que é a imagem de Deus. 5De nós, apenas declaramos que, por escolha de Jesus, somos vossos servos. 6Pois Deus que disse: «Da escuridão brilhará a luz» fez brilhar a luz no nosso coração, para podermos manifestar o conhecimento das maravilhas de Deus, manifestadas na pessoa de Jesus Cristo.

7Mas trazemos este tesouro como que em vasilhas de barro, para que se veja que esse poder extraordinário pertence a Deus e não a mim. 8Sofremos em tudo dificuldades, mas não ficamos angustiados. Sentimos insegurança, mas não nos deixamos vencer. 9Perseguem-nos, mas não nos sentimos abandonados. Deitam-nos por terra, mas não nos destroem. 10Trazemos continuamente no nosso próprio corpo o sofrimento mortal de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nós. 11Enquanto vivemos, estamos entregues à morte, por causa de Jesus, de modo que também a sua vida se manifeste no nosso corpo mortal. 12Portanto, aquilo que tem mais força em nós é a morte; em vós é a vida.

13A Sagrada Escritura diz: Acreditei e por isso falei. Também nós acreditamos e falamos, pois temos o mesmo espírito de fé. 14Sabemos que Deus, que ressuscitou o Senhor Jesus, também nos há de ressuscitar, para nos reunir convosco e com Jesus na sua presença. 15Tudo isto acontece para vosso bem, a fim de que, sendo muitos a experimentar a graça de Deus, sejam muitos também a agradecer a sua bondade e a dar-lhe glória.

Desejo de estar com Cristo

16Por isso, não perdemos a coragem. E ainda que o nosso corpo se desgaste, o nosso interior renova-se de dia para dia. 17As aflições do momento presente são leves, comparadas com a grande e eterna glória que elas nos preparam. 18Não fixamos a nossa atenção nas coisas que estão à vista, mas naquelas que ainda se não veem. Pois o que se vê é passageiro, mas o que ainda se não vê é eterno.

1Quando a tenda que nos serve de habitação aqui na Terra, isto é, o nosso corpo, for desfeita, sabemos que temos outra habitação no Céu, preparada por Deus. Esta não é uma casa como as que os homens fazem, mas uma habitação eterna. 2Por isso, suspiramos pelo momento em que havemos de estar dentro da nossa habitação do Céu. 3Dentro dela, já não nos vamos sentir como que despidos. 4Os que estamos ainda na nossa tenda terrestre suspiramos profundamente também, não porque queiramos ser despojados dela, mas porque preferíamos ter a outra habitação, sem deixar esta, para que a nossa mortalidade fosse absorvida pela vida. 5Deus é que nos destinou para estas coisas e nos deu o seu Espírito, como garantia.

6Por isso, andamos sempre cheios de coragem, sabendo que enquanto estamos no corpo vivemos exilados da presença do Senhor. 7Caminhamos à luz da fé e não do que se vê. 8Quanto a nós, sentimo-nos cheios de coragem e pensamos que seria melhor sermos exilados deste corpo e estarmos na presença do Senhor. 9Contudo, quer estejamos na presença do Senhor, quer vivamos exilados dele, o que nos interessa é agradar a Deus. 10Pois todos nós temos de comparecer diante do tribunal de Cristo, para cada um receber segundo aquilo que fez de bem ou de mal, enquanto vivia aqui na terra.

Trabalhar pela reconciliação

11Conscientes portanto do respeito que devemos ao Senhor, tentamos convencer os outros. Deus sabe perfeitamente que somos sinceros e espero que a vossa opinião seja essa também. 12Não dizemos estas coisas para nos elogiarmos a nós próprios. O que queremos é dar-vos oportunidade de se sentirem honrados connosco. Assim, terão uma resposta para dar àqueles que se sentem orgulhosos por motivos exteriores, e não por aquilo que têm no coração. 13Se acham que perdemos o juízo, foi por Deus que o fizemos. E se fomos equilibrados, foi por vossa causa. 14O amor de Cristo absorve-nos completamente pois sabemos que se ele morreu por todos, então todos morreram. 15E ele morreu por todos, para que os que vivem já não vivam para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.

16Assim, de agora em diante, já não queremos julgar ninguém por critérios humanos. Ainda que noutro tempo tenhamos pensado dessa maneira sobre Cristo, agora já não o fazemos. 17É que quando alguém está unido a Cristo torna-se uma pessoa nova. As coisas antigas passaram. Tudo é novo. 18Isto é obra de Deus que, em Cristo, nos reconciliou consigo e nos chamou a colaborar nessa missão de reconciliação. 19Assim, Deus, por meio de Cristo, reconciliou consigo a Humanidade, não tendo em conta os seus pecados e encarregando-nos de anunciar a palavra da reconciliação. 20Portanto, somos embaixadores de Cristo e é Deus que exorta por nosso intermédio. Em nome de Cristo vos pedimos, irmãos, que se reconciliem com Deus. 21Cristo não tinha cometido pecado, mas Deus, para nosso bem, tratou-o como pecador para que nós, em união com ele, pudéssemos ser considerados justos por Deus.

1Como colaboradores de Deus, pedimo-vos que não desperdicem a graça que dele receberam. 2Diz, com efeito, a Sagrada Escritura:

Escutei-te, no tempo oportuno,

e ajudei-te, no dia da salvação.

Pois é agora o tempo oportuno, este é o dia em que se pode alcançar a salvação.

2 Coríntios 4:1-6:2BPTAbrir na App Bíblia para todos

REFLEXÃO

Clark Kent é um jornalista discreto. Mas, quando o mal e o perigo espreitam, esconde-se e transforma-se no… Super-homem! Depois disso, os maus não têm qualquer hipótese. A transformação deste herói, da banda desenhada, dá-nos uma pequena imagem do que Paulo tinha em mente, quando descreveu o que significa ser uma “nova pessoa” ou “nova criatura” em Cristo (5:17). Quando ouvi-mos e recebemos o evangelho, tudo muda nas nossas vidas e o diabo não tem qualquer hipótese.

Era de esperar que, uma mensagem sobre vida nova fosse muito popular. Mas nem sempre! Nesta passagem, Paulo descreve os seus esforços para partilhar esta mensagem “impopular” (4:2, 8-12) e, ao fazê-lo, deu-nos algumas noções incríveis sobre o significado do evangelho.

A primeira coisa que ele enfatizou foi o ministério (4:1), que mais tarde descreveu como “o ministério da reconciliação” (5:18). As pessoas ficaram separadas de Deus, desde que Adão e Eva pecaram no Jardim do Éden. Este é o “grande problema”. Mas a “grande história” é, que Jesus morreu na cruz pelos pecados do mundo. As Boas Novas dizem que através da fé em Jesus Cristo, podemos reconciliar-nos com Deus.

Não admira que Paulo se refira ao evangelho como este tesouro (4:7). Surpreendentemente, Deus escolheu colocar esta mensagem em “vasos de barro”, isto é, em pessoas fracas e imperfeitas, como tu, Paulo e eu. Mesmo assim, sendo a pessoa nova que és, tens uma nova missão — ser um embaixador de Cristo (5:20). Isto faz de ti um herói sobrenatural.

APLICAÇÃO

De que modo, te tens tornado uma “pessoa nova”, por seguires a Jesus?

ORAÇÃO

Senhor, perdoa-me por não me sentir e não agir como teu embaixador. Mas peço que me capacites a partilhar o tesouro que me desde com as outras pessoas.

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.21.8
Siga-nos em: