Sociedade Bíblica de Portugal

Ato de Amor

Texto(s) bíblico

e o meu Pai é quem trata da vinha.9Eu tenho-vos amor como o Pai me tem a mim. Continuem sempre unidos no meu amor! 10Se observarem os meus mandamentos, como eu observo os do meu Pai, permanecereis no meu amor como eu no do meu Pai. 11Falo-vos desta maneira para que se alegrem comigo e para que tenham uma alegria perfeita. 12O meu mandamento é este: amem-se uns aos outros como eu sempre vos amei. 13Não há maior amor do que dar a vida por aqueles a quem se ama. 14Se fizerem aquilo que eu vos mando, serão meus amigos. 15Agora já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor. Chamo-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo quanto aprendi de meu Pai. 16Não foram vocês que me escolheram, mas sim eu que vos escolhi e enviei para produzirem muito fruto; não um fruto passageiro, mas um fruto que dure para sempre. Desta maneira, o Pai vos há de dar tudo quanto lhe pedirem em meu nome.

17E recomendo-vos isto: amem-se uns aos outros.»

No versículo 13, Jesus exorta os seus discípulos a imitá-lo em amor, e diz-lhes que isso pode até conduzi-los à morte. Nos versículos abaixo, Jesus fala do seu próprio sofrimento, como inspiração para os discípulos. Assim como Jesus morreu na cruz, os seus seguidores devem preparar-se para sofrer. O versículo 13, que fala sobre “dar a vida por aqueles a quem se ama”, foi usado para honrar soldados falecidos, pelos seus entes queridos. O texto é frequentemente encontrado em lápides de soldados que foram mortos durante a Primeira Guerra Mundial e utilizado num contexto diferente do da Bíblia: pelos familiares enlutados que dizem, ‘os nossos entes queridos deram a vida pelos seus amigos’, tal como Jesus diz em João 15.

 

Hoje estaríamos menos propensos a ligar a guerra a atos de amor. No entanto, o ponto de partida dos familiares enlutados e de Jesus em João 15 é o mesmo: a importância de agir por amor. O amor deve ser uma motivação tão forte que faz ter vontade de dar a vida pelo outro.

 

Provavelmente, vive longe da guerra e não se encontra numa situação em que possa dar a vida pelos seus amigos. No entanto, qual poderia ser o seu maior ato de amor?

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: