Sociedade Bíblica de Portugal

16 – Moisés e o Êxodo – “O QUE ESTÁS A FAZER?”

MOISÉS E O ÊXODOLuzes, câmara, ação… é tempo para a história de Moisés e o Êxodo! Sempre que leio esta parte da Bíblia, penso no filme clássico,  Nunca esquecerei a imagem de Charlton Heston, no papel de Moisés: musculado, bem-parecido, de cabelo ao vento, a segurar as placas de pedra com os dez mandamentos, no cimo do Monte Sinai.A vida de Moisés é uma das partes mais famosas e emocionantes da Bíblia. Tanto os Cristãos como os Judeus olham para Moisés como um exemplo de força espiritual e convicção apegada. Por causa da ênfase dada à libertação, esta saga, tem servido de inspiração a pessoas oprimidas — especialmente as que foram sujeitos à escravidão — durante séculos. A vida de Moisés veio a simbolizar a busca humana por liberdade.Mas, há mais na vida de Moisés do que aquilo que vemos nos filmes, como verás nas próximas cinco leituras. Nos primeiros 40 anos da sua vida, Moisés fez parte dos ricos e famosos do Egito. Depois, perdeu as estribeiras e deitou tudo a perder, tendo de passar os 40 anos seguintes em “nenhures”, a viver com os sogros e a guardar ovelhas.Moisés teria morrido na obscuridade se não fosse uma coisa: ele teve um encontro com Deus (Êxodo 3:1-4:17) e isso mudou tudo. Nos últimos 40 anos da sua vida, Moisés era um homem numa missão — enfrentar o Faraó, lançar as pragas, abrir o Mar Vermelho, receber os Dez Mandamentos e conduzir o povo escolhido até à fronteira com a Terra Prometida. Um final apoteótico!A verdade é que Deus pode usar-nos, independentemente do que tenha acontecido no nosso passado, da nossa idade, ou de quão “deslocados” nos possamos sentir. Tudo o que precisamos é de experimentar o Deus vivo, de uma forma nova. Depois disso, nunca mais serás o mesmo. Não tens visto arbustos a arder, ultimamente? Não te preocupes, uma das melhores formas de encontrar Deus, todos os dias, é através da Bíblia e da oração, e é isso que estás prestes a fazer.Agora é a tua vez de entrares na história de Deus!ORAÇÃODeus Pai, é tão bom estar sossegado na tua presença. Ajuda-me a colocar de lado todas as distrações do meu coração e da minha mente, ao vir a ti neste momento.

Texto(s) bíblico

Sofrimento dos israelitas no Egito

1Eis os nomes dos filhos de Israel que foram com Jacob para o Egito, cada qual acompanhado da respetiva família. 2Eram eles: Rúben, Simeão, Levi, Judá, 3Issacar, Zabulão, Benjamim, 4Dan, Neftali, Gad e Asser. 5Os descendentes de Jacob somavam, no total, setenta pessoas.

6José e os seus irmãos e todos os daquela geração morreram, 7mas os israelitas tiveram filhos e cresceram muito, tendo-se tornado tão numerosos e fortes que enchiam todo o Egito.

8Subiu então ao trono do Egito um novo rei que não sabia nada a respeito de José. 9E esse rei disse ao seu povo: «Reparem que o povo de Israel é já muito numeroso e bastante mais poderoso do que nós. 10Temos de usar de qualquer estratagema para impedir que eles continuem a aumentar, porque se houver uma guerra são capazes de se aliar aos nossos inimigos, para combaterem contra nós e deixarem depois este país.»

11Então os egípcios puseram capatazes a dirigir os israelitas, para os oprimirem com trabalhos pesados. Obrigaram-nos a construir as cidades de Pitom e Ramessés, que o faraó usava para armazenar as suas provisões. 12Mas quanto mais os egípcios os oprimiam, mais os israelitas se multiplicavam e mais se expandiam. Por isso, os egípcios começaram a ter horror dos israelitas 13e escravizavam-nos cruelmente, 14tornando-lhes a vida muito amargurada com trabalhos pesados, no barro e nos tijolos e em toda a espécie de trabalhos de campo. Todas estas tarefas lhes eram impostas com crueldade. 15Além disso, o rei chamou as parteiras hebreias, cujos nomes eram Chifra e Pua, 16e disse-lhes: «Quando ajudarem as hebreias a dar à luz, prestem atenção. Se for menino, matem-no; se for menina, deixem-na viver.» 17Porém as parteiras obedientes a Deus, não cumpriram as ordens do rei do Egito e deixaram viver os meninos. 18O rei chamou então as parteiras e perguntou-lhes: «Por que agiram desta maneira e deixaram viver os meninos?» 19Elas responderam ao faraó: «É que as mulheres hebreias não são como as egípcias: elas são fortes e dão à luz, mesmo antes de chegar a parteira.» 20E Deus recompensou as parteiras; e o povo continuou a multiplicar-se e a tornar-se cada vez mais forte. 21E como as parteiras obedeceram a Deus, ele concedeu-lhes famílias numerosas. 22Então o faraó ordenou a todo o povo egípcio: «Deitem ao Nilo todos os meninos hebreus recém-nascidos, mas deixem viver as meninas.»

Nascimento de Moisés

1Um homem da tribo de Levi casou-se com uma mulher da mesma tribo; 2ela ficou grávida e deu à luz um menino. Como era muito formoso, ela escondeu-o durante três meses. 3Mas não conseguindo escondê-lo por mais tempo, meteu o menino num cesto de junco que tinha betumado com pez, e foi pô-lo entre os juncos na beira do rio. 4E a irmã do menino ficou a certa distância para ver o que lhe acontecia.

5A filha do faraó desceu para ir tomar banho ao rio, enquanto as suas servas passeavam na margem. Nisto ela viu o cesto entre os juncos e mandou uma das suas escravas ir lá buscá-lo. 6Quando a princesa abriu o cesto e viu um menino a chorar, teve pena dele e disse: «Este é um dos meninos dos hebreus.»

7Então a irmã do menino perguntou à filha do faraó: «Quer que vá chamar uma ama hebreia para criar este menino para si?» 8A princesa respondeu: «Vai.» Então a rapariga foi buscar a mãe do menino 9e a princesa disse à ama: «Leva este menino e amamenta-o por mim, que eu te pagarei.» A mãe do menino levou-o e amamentou-o. 10Quando o menino já estava crescido, levou-o à filha do faraó e esta adotou-o como filho. E deu-lhe o nome de Moisés, dizendo: «É porque o retirei das águas

Moisés foge para Madiã

11Quando Moisés já era homem, saiu um dia para visitar os seus irmãos hebreus e viu que os seus trabalhos eram muito pesados. Viu também um egípcio a bater num dos hebreus. 12Olhou para todos os lados, e como não viu mais ninguém, espancou o egípcio e enterrou-o na areia. 13No dia seguinte, voltou a sair e viu dois hebreus à pancada. Perguntou então ao que era culpado: «Por que bates no teu irmão de raça?» 14E o homem respondeu-lhe: «Quem te nomeou chefe e juiz entre nós? Será que me queres matar como fizeste àquele egípcio?» Moisés atemorizou-se e disse para consigo: «Não há dúvida de que o caso já é conhecido!» 15Quando o faraó soube do que se tinha passado, mandou prender Moisés para o matar, mas Moisés fugiu dele e foi viver para a região de Madiã, e sentou-se a descansar junto dum poço.

16As sete filhas de Jetro, sacerdote de Madiã, foram tirar água a esse poço e encheram os tanques, para darem de beber ao rebanho de seu pai. 17Mas chegaram lá uns pastores, que expulsaram as filhas do sacerdote. Moisés levantou-se, defendeu-as e deu de beber ao rebanho. 18Quando elas voltaram para junto de Reuel, seu pai, ele perguntou-lhes: «Por que vieram hoje tão depressa?» 19Elas responderam: «Um egípcio defendeu-nos dos pastores, tirou-nos bastante água do poço e deu de beber ao rebanho.»

20Então o pai perguntou-lhes: «E onde está ele? Por que deixaram lá esse homem? Vão convidá-lo para vir comer connosco.»

21Moisés aceitou ficar a viver em casa de Jetro, que mais tarde lhe deu em casamento sua filha Séfora. 22Ela teve um filho a quem Moisés deu o nome de Gerson, porque disse ele para consigo, «eu sou um estrangeiro residente em terra estranha».

23Passado muito tempo, morreu o rei do Egito. Os filhos de Israel, contudo, continuaram a lamentar-se e a queixar-se da sua escravidão. Então Deus escutou os seus lamentos 24e atendeu às suas queixas, lembrando-se da aliança que tinha feito com Abraão, Isaac e Jacob. 25Deus viu a escravidão dos israelitas e interessou-se por eles.

REFLEXÃO

“Devias ser um lindo bebé…”, parece ter sido o que a filha do Faraó pensou acerca de Moisés (2:6). Alegremente alheia, ao sofrimento da família da criança (1:11-14, 22), retira o bebé da água e assim começa a vida de um dos maiores heróis da Bíblia (Mateus 17:1-13).

O nome “Moisés” tem o mesmo som da palavra Hebraica “retirado”. O bebé que foi retirado do rio por uma princesa iria, anos mais tarde, retirar o povo Hebraico da opressão e da escravatura. Atualmente, os nossos nomes, geralmente, não têm o mesmo nível de significado. Mas, ainda assim, vale a pena considerar as nossas origens. Em que tipo de família nasceste? Como é que os teus primeiros anos de vida, moldaram o teu carácter?

A Bíblia não nos conta muito acerca da vida de Moisés depois da sua fuga feliz pelo rio. Tudo o que se sabe é que ele se tornou parte da elite Egípcia (2:11). Contudo, interiormente, era um jovem zangado, que fez justiça pelas próprias mãos, numa tentativa inútil de salvar o seu povo (2:12). No trabalho de Deus, o fim não justifica os meios. Por isso, a oração é tão importante, pois, ajuda-nos a manter contacto com o tempo e os caminhos de Deus.

Quase a desaparecer numa nuvem de pó, a caminho de Madiã, Moisés deve ter perguntado: “Deus, o que estás a fazer ?” É a pergunta que todos fazemos quando a vida não corre como queremos. Podes ter a certeza de que Deus tem um plano maravilhoso para a tua vida e que usa cada pormenor — até os momentos difíceis — para o realizar.

APLICAÇÃO

Como é que as dificuldades da vida, te têm prepararam melhor para servires a Deus? Como descreverias a tua missão na vida?

ORAÇÃO

Querido Deus, abre os meus olhos para as coisas que estás a fazer na minha vida. Quero ser tudo o que desejas que eu seja — mesmo que isso signifique que tenha de mudar algumas coisas.

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.21.9
Siga-nos em: