Sociedade Bíblica de Portugal

Paz Eterna

Texto(s) bíblico

1O povo que caminhava nas trevas

viu uma grande luz;

habitavam numa terra de sombras

e uma luz brilhou para eles.

2Acrescentaste a alegria, ó Senhor,

aumentaste o júbilo.

Rejubilam diante de ti

como se alegram no tempo das ceifas,

como rejubilam ao repartirem os despojos.

3Tal como outrora com o jugo dos madianitas,

também agora quebras o jugo da opressão

que pesa sobre o teu povo,

a vara que lhes rasga os ombros

e o bastão do capataz de trabalhos forçados.

4A bota inimiga que pisa o solo com arrogância

e a capa enrolada, tingida de sangue,

serão queimadas e pasto do fogo.

5É que um menino nos nasceu,

um filho nos foi dado.

Deus colocou a soberania sobre os seus ombros.

Os seus títulos são:

Conselheiro maravilhoso,

Deus forte, Pai para sempre,

Príncipe da paz.

6Ele vai alargar o seu domínio

e governar em paz total,

sobre o trono de David e sobre o seu reino.

Vai estabelecê-lo e consolidá-lo

com a justiça e o direito,

desde agora e para sempre.

É isto mesmo o que vai realizar

o Senhor do Universo, com todo o zelo.

O profeta Isaías, à semelhança de Jeremias, de quem lemos ontem, também pinta um quadro de esperança. O povo de Deus passou por momentos difíceis, mas Deus aliviou os fardos do povo. A violência que enfrentaram chegou ao fim. Deus faz a promessa final: virá um rei que proverá justiça e retidão. Ele é chamado de Príncipe da Paz, e a sua paz não terá fim. Esta é a perspetiva que Isaías oferece ainda hoje: a guerra e a violência passarão, e Deus proverá a paz eterna.
Ao rei prometido por Deus são dados quatro nomes: Conselheiro maravilhoso, Deus forte, Pai para sempre e Príncipe da Paz.

Consegue pensar no que cada nome diz acerca de Deus e do seu rei prometido?

 

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: