Sociedade Bíblica de Portugal

Dia 3

Texto(s) bíblico

Convite à sabedoria

20A sabedoria faz ouvir a sua voz,

proclamando pelas ruas e praças;

21sobre os muros eleva a sua voz,

à entrada da cidade, repetindo:

22«Ó gente ingénua, até quando continuarão ingénuos?

Ó arrogantes, até quando se vão rir de mim?

Ó loucos, até quando recusarão o conhecimento?

23Prestem atenção às minhas repreensões

e eu vos encherei de sabedoria

e vos darei a conhecer os meus pensamentos.

24Tenho-vos chamado e convidado a vir,

mas não prestaram atenção nem me escutaram.

25Desprezaram os meus conselhos

e não fizeram caso das minhas repreensões.

26Também eu me vou rir, na vossa desgraça,

e zombarei, quando estiverem cheios de medo,

27quando vos sobrevierem desastres terríveis em furacão,

quando vos surpreender a desgraça como um temporal,

quando sentirem o desespero e a angústia.

28Nessa altura, chamar-me-ão, mas não responderei,

procurar-me-ão, mas não me vão encontrar,

29pois desprezaram a sabedoria

e não quiseram respeitar o Senhor;

30repeliram os meus conselhos

e desprezaram as minhas repreensões.

31Pois sofrerão as consequências dessa conduta

e ficarão fartos das más intenções.

32A imprudência dos ingénuos dá cabo deles;

a despreocupação dos insensatos os perderá.

33Mas aquele que me ouvir viverá tranquilo,

seguro e sem receio de mal algum.»

Provérbios 1:20-33BPTAbrir na App Bíblia para todos

A sabedoria não é só para alguns. Está longe de ser património exclusivo dos endinheirados, dos intelectuais ou dos poderosos. Aliás, muitos pretensos maiorais deixam-na escapar entre os dedos, enquanto um incontável número de pequeninos neste mundo a agarram com unhas e dentes. Todos os dias há tanto para aprender. Basta estar atento e escutar a voz de Deus que nos sussurra ao virar de cada esquina. Não há paisagem, praça ou monumento que não possa enriquecer-nos mais um bocadinho. É um erro lamentável desperdiçar as oportunidades de dilatar o entendimento, optando por travar a reflexão e, consequentemente, mirrar por dentro. Desvalorizar e ridicularizar o desenvolvimento pessoal é um indicador de arrogância que importa combater e derrotar. “Recusar o conhecimento” é, pois, um ato de loucura. Haja abertura de mente e coração para acatar tanto os conselhos como as repreensões. A alma que se enche de sabedoria é aquela que rejeita inchar de orgulho. Investir tempo a ler, meditar e orar contribui para que melhor se enfrente os momentos de medo, desgraça, desespero e angústia. Sem aquela tonificação espiritual o desnorte é total. Quem se dá por inteiramente maduro, fechando-se a uma cultura de aprendizagem contínua, só revela quão verde está a sua espiritualidade. Manter a porta escancarada à sabedoria é assinalar que Deus é sempre bem-vindo à nossa vida. Descurá-la é “desrespeitar o Senhor.” E mediante essa eventual má escolha há que arcar com as consequências, já que a imprudência dos ingénuos dá cabo deles.” Sim, a despreocupação dos insensatos condu-los ao desastre. Mas aquele que dá ouvidos a Deus não tem que temer nenhuma espécie de mal.

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.20.14
Siga-nos em: