Sociedade Bíblica de Portugal

A eKlogia nas JMJ 2023

eKlogia: uma exposição multimédia sobre ecologia e Bíblia!

A realização das Jornadas Mundiais da Juventude em Lisboa (2023) revelou ser, não só um dos maiores eventos mundiais da atualidade, mas um encontro de jovens “de todos os povos, línguas e nações” com um denominador comum: a ousadia de dar testemunho público da fé cristã. Neste sentido, a Sociedade Bíblica de Portugal enquanto editora do texto bíblico apresentou-se neste festival da juventude como parceira, com o compromisso de através do projeto eKlogia (a exposição e a distribuição de uma publicação bilingue), cujo nome resulta da fusão dos termos ekklesia, logos e ecologia (Igreja, Palavra e Ecologia), corresponder a uma das maiores preocupações atuais entre os jovens, com uma representação simbólica, promovendo uma consciência cristã e ecológica fundamentada à luz da Palavra Viva.

Exposta nos átrios das salas do Cinema São Jorge a exposição eKlogia procurou desafiar as cerca de 1000 pessoas, jovens e não só, que a visitaram a interpretarem os textos bíblicos que nos convidam a “Cultivar” e a “Guardar” a nossa “Casa Comum”. Desde visitas em grupo a individuais, alguns catequistas aproveitaram a informação exposta para, entre vídeos e painéis, fazerem uma catequese com os seus alunos.  Muitos dos que nos visitaram testemunharam que foram impactados ao descobrir que a Bíblia nos expõe perante uma preocupação ecológica.

A publicação bilingue sobre o aquecimento dos oceanos e o aquecimento da atmosfera - temas sobre os quais selecionámos 10 problemáticas e um conjunto de textos bíblicos que, direta ou indiretamente, lhes estão associados - distribuída a cerca de 3000 pessoas, procurou promover uma reflexão pessoal que pudessem levar com eles, para os seus países e para as suas casas.

Reconhecendo os jovens como «agentes» mais aptos às mudanças, capazes de mobilizar outros para o desafio de conhecer, desfrutar e cuidar da “Casa Comum”, e de contribuir ativamente para a renovação de mentalidades tanto nas suas famílias como nas suas comunidades de fé, entendemos este encontro mundial como uma oportunidade única para nos dirigirmos aos jovens de todo o mundo, mostrando-lhes a relevância dos textos bíblicos - por vezes, ainda desconhecida para muitos deles, na dimensão do problema ambiental e na necessidade de mudança de comportamentos.

No que respeita ao nosso compromisso, tivemos como objetivo lembrar às novas gerações três aspetos expostos nas Sagradas Escrituras: 1) o apelo à «avaliação» da condição humana no que respeita à gestão da criação; 2) o desafio para o desenvolvimento de uma consciencialização ambiental e, 3) a reivindicação de uma ação transformadora em relação às boas-práticas de sustentabilidade ecológica.

Terminamos referindo o convite dirigido à Sociedade Bíblica para participar na reunião do Papa Francisco com representantes de várias confissões e organizações religiosas. Não mais importante, mas não menos simbólico, neste encontro realizado na Nunciatura Apostólica o Papa fez questão de reconhecer e valorizar o trabalho das Sociedades Bíblicas, sublinhando a importância do trabalho de tradução da Bíblia em várias línguas, sobretudo, para as línguas indígenas. Além de corroborarem o elogio do Papa, no final alguns elementos de outras religiões felicitaram a Sociedade Bíblica pela intensão de dar início à tradução da Bíblia em língua gestual portuguesa.

Fotos: © Vatican Media

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.20.14
Siga-nos em: