Sociedade Bíblica de Portugal

A Ressurreição de Jesus

Para a igreja primitiva, a ressurreição de Jesus é um dos assuntos mais importantes. É um tópico recorrente nos livros do Novo Testamento. Jesus é rejeitado por uma porção significativa de judeus como ele, é crucificado pelos romanos, mas, através da ressurreição, Deus deixa bem claro que Jesus lhe pertence inequivocamente.
Há vários livros que relatam a ressurreição de Jesus, se bem que de modos diferentes. Quanto mais recentes são os livros, mais concreta é a descrição da sua ressurreição. 

Uma profissão de fé

Depois da crucificação de Jesus, vários discípulos experienciam que ele não está morto, mas vivo. Esta experiência é descrita de modos diversos no Novo Testamento. Os relatos mais precoces desta crença de que Jesus ressurgiu dos mortos podem ser encontrados nas cartas Paulo. São afirmações sucintas, por exemplo:  “Deus, que ressuscitou Jesus dos mortos”.

Aparições

Mais tarde, são também mencionadas várias aparições. O texto mais antigo a mencioná-las está em 1 Coríntios 15:3-8:

“Em primeiro lugar, transmiti-vos aquilo que eu própro tinha recebido: Cristo morreu pelos nossos pecados, conforme o que está na Sagrada Escritura. Foi sepultado e, no terceiro dia, ressuscitou, como também está na Sagrada Escritura. Apareceu a Pedro e, a seguir, ao grupo dos doze. Apareceu depois a mais de quinhentos irmãos de uma só vez. A maior parte deles ainda vive, mas alguns já morreram. Apareceu depois a Tiago, e em seguida a todos os apóstolos. Em último lugar, apareceu-me também a mim, que sou quase como um aborto.”

Um túmulo vazio

Os Evangelhos descrevem as aparições de Jesus em maior detalhe. É aqui que o seu  túmulo vazio é mencionado pela primeira vez. Em Marcos e em Mateus, o Jesus ressuscitado é retratado de um modo espiritual, mas em Lucas e em João é a sua realidade física que é enfatizada.

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.18.8
Siga-nos em: