Sociedade Bíblica de Portugal

Filho do Homem

Nos Evangelhos, Jesus refere-se a si mesmo frequentemente como o “Filho do Homem”.

Filho do Homem, ou o filho de um homem

As palavras em hebraico ben adam ou no aramaico bar enasj têm como significado original “representante da Humanidade”,  por outras palavras, um homem comum. Há passagens nos Evangelhos que podem justificar esta leitura do termo (por exemplo Marcos 2:10).

Filho do Homem como título messiânico

Na maioria dos Evangelhos, “Filho do Homem” é um título e não apenas um homem “comum”. Este título tem a sua origem na  literatura apocalíptica judaica. Em Daniel 7:13-14, surge uma figura que é “como um filho do homem”. A ele, Deus dá domínio escatológico. A figura em Daniel é interpretada no próprio livro como um grupo, “o povo dos santos do Altíssimo” (see Daniel 7:27).
Um texto como o de  Marcos 14:62 tem assim ligação com a tradição de Daniel. Com a expressão Filho do Homem, Jesus quer referir-se ao juiz nomeado por Deus para julgar o mundo no final dos tempos.  

Desenvolvimento posterior do título

As ideias a respeito do Filho do Homem foram mais desenvolvidas nos primódios do cristianismo. A noção, por exemplo, de que o Filho do Homem teria de sofrer e ressuscitar dos mortos (Marcos 8:31) era estranha à tradição judaica.
Nos outros evangelhos, o termo “Filho do Homem” tornou-se sinónimo do Messias. Não é completamente claro que tivesse sido essa a intenção do próprio Jesus. É mais provável que a tradição cristã mais precoce tivesse imbuído o título Filho do Homem deste significado sob a influência da crença na ressurreição.

Filho do Homem e FIlho de Deus 

Não é fácil discernir entre “Filho do Homem” e “Filho de Deus”. Na prática, os dois termos parecem ter adquirido a mesma função.

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: