Sociedade Bíblica de Portugal

Demónios no Antigo Testamento

No Antigo Testamento, há menção frequente a seres demoníacos, mas a sua verdadeira identidade e

origem permanece incerta. São normalmente definidos como seres sobrenaturais perigosos que vagueiam por áreas remotas.

Sem representação uniforme

O Antigo Testamento não possui uma representação uniforme dos demónios e, consequentemente, não existe uma palavra específica em hebraico para se referir a eles como um coletivo. Parece que a perceção dos demónios se tornou cada vez mais negativa na antiga Israel, mas as opiniões divergem sobre como exatamente isto aconteceu.

Alguns exegetas assumem que, num período inicial, as pessoas acreditavam que os demónios eram espíritos que pertenciam a Deus. Às vezes, eram enviados às pessoas por Deus para lhes causar infortúnio. Somente mais tarde se começou a acreditar que somente os bons espíritos eram enviados por Deus, e que os demónios eram maus, e não tinham ligação com Deus. Outros pensam que o povo da antiga Israel sempre acreditou que os demónios eram forças independentes do mal.

Nomes para demónios

No Antigo Testamento, existem seres diferentes que podem ser classificados como "demónios". São frequentemente seres que habitam em áreas perigosas. São frequentemente descritos como uma combinação de humanos e animais. Exemplos disso são:

  • Os demónios chamados shedim em hebraico: seres sedentos de sangue que exigem sacrifícios de crianças ( Salmo 106: 37).
  • Os demónios de deserto (ziyyim e iyyim em Hebrew) que vivem nas ruínas e no deserto e simbolizam destruição ( Isaías 13: 21, Is 34: 14 e Jeremias 50: 39).
  • Os seirim ( Isaías 13: 21): a sua identidade exata é incerta, mas possivelmente foram retratados como demónios peludos, com algumas das características físicas das cabras (como “sátiros”). Percorrem regiões inóspitas. Levítico 17: 7 e 2 Crónicas 11: 15 mostram que as pessoas os adoravam (injustamente).
  • O demónio da noite Lilite, responsável por doenças e desastres naturais. É provavelmente retratada como um pássaro em Isaías 34: 12.

Demónios enviados por Deus

No Antigo Testamento, também existem demónios que são enviados por Deus para trazerem infortúnio às pessoas. Em 1 Samuel 16: 14, Deus envia um espírito maligno a Saul, que faz com que Saul seja consumido pelo ciúme. Em Êxodo 12: 23, Deus envia um "anjo da morte" ao Egito para matar todos os primogénitos. Este "anjo" também pode ser visto como um espírito maligno.

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: