Sociedade Bíblica de Portugal

Deus como Santo

Na Bíblia, Deus é descrito como santo. Mas existem outros seres e pessoas, objetos e assuntos que também são chamados de santos. Isto significa que foram reservados para Deus.

Deus como santo

Deus é chamado de "santo" no Antigo Testamento cerca de cem vezes. Em 36 instâncias, é usada a expressão "o Santo de Israel".

 

Nalguns livros, a santidade de Deus desempenha apenas um pequeno papel, como em Deuteronómio, onde o foco principal é a santidade que o povo tem de ter. Noutros livros, a santidade de Deus é um tema importante, por exemplo, em Isaías, onde a santidade de Deus forma um forte contraste com os pecados do povo.

Seres e objetos sagrados

No Antigo Testamento, "santo" é usado de diferentes maneiras. Pode referir-se a:

  • seres que estão próximos de Deus (por exemplo, em Daniel 8: 13;
  • pessoas a quem Deus reservou para o seu serviço (especialmente o povo de Israel, veja, por exemplo, Êxodo 19: 6, mas também sacerdotes);
  • objetos que foram dedicados ao serviço de Deus, especialmente no templo;
  • lugares, por exemplo: Jerusalém como uma cidade santa ( Salmo 46: 4);
  • períodos de tempo, por exemplo, o Shabat.

Os cristãos como santos

No Novo Testamento, as pessoas e os objetos também são chamados de santos. Isto significa que estão conectados a Deus. Inclui Cristo e o Espírito Santo de Deus, que também são chamados de santos.

 

Quando os cristãos são chamados de “santificados” ou “santos”, significa que são pessoas que foram chamadas por Deus, pessoas que creem em Jesus Cristo e que cumprem os seus mandamentos. 

 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: