Sociedade Bíblica de Portugal

Maquilhagem e Cuidado do Corpo na Antiga Israel

No clima quente e seco do antigo Oriente Próximo, os cuidados com a pele eram quase tão comuns quanto agora e até possuíam técnicas bastante desenvolvidas. As mulheres aplicavam pomadas perfumadas para proteger a pele do ressecamento. Também maquilhavam o rosto com cores vivas, usavam perfume e pintavam as unhas com verniz.

Maquilhagem

Mulheres de todos os estratos sociais usavam maquilhagem. Esta era feta com matérias-primas como carbonato de cobre (verde ou azul), sulfato de chumbo (cinza) ou estíbio (antimónio, cinza prateado). Esses materiais eram triturados até ficarem em pó, esfregados e misturados com azeite e unguentos. Isto era feito com a ajuda da chamada “palete de maquilhagem”, um prato pequeno e plano de pedra calcária. Os arqueólogos encontraram vários destes objetos. Alguns exemplos ainda revelam resíduos preservados de maquilhagem de cor azul. O pó de base para a maquilhagem era colocado na palete. Depois era aplicado no rosto e ao redor dos olhos com os dedos ou com uma espécie de caneta ou espátula.

Existem raras referências na Bíblia para a aplicação de maquilhagem no rosto: veja especialmente 2 Reis 9: 30, Jeremias 4: 30 e Ezequiel 23: 40.

Esfoliação

Para esfregar o rosto,usava-se a pedra-pomes (scoria), um tipo de pedra muito porosa que é formada durante erupções vulcânicas. Aparecia nas praias de Israel, transportada pelo mar a partir de regiões longínquas.

Pomadas e perfumes

Após o banho, a pele era untada com pomada. A base desse tipo de pomada consistia de óleo vegetal, como azeite, óleo de amêndoa ou óleo de gergelim. Os cremes caros, para uso restrito, eram feitos de gordura animal. Emulsionantes (como leite, mel e vários sais) e água ou vinho eram depois adicionados à gordura ou ao óleo. Depois, misturavam-se ervas perfumadas ou pétalas de flores. A pomada era guardada em pequenos jarros de cerâmica (alabastro). Além de cuidado do corpo, o óleo perfumado também era usado como perfume.

Os perfumes e unguentos com aroma agradável eram muito preciosos nos tempos da Bíblia. Nesse período, as técnicas para extrair substâncias perfumadas das plantas ainda eram bastante limitadas. Além disso, as ervas aromáticas tinham frequentemente de ser importadas de países distantes.

Na Bíblia, encontramos várias referências a fragrâncias, incluindo Cântico dos Cânticos 1: 3, Ester 2: 12, Salmos 45: 8-9, Mateus 26: 7 e Lucas 7: 37.

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.16
Siga-nos em: