Sociedade Bíblica de Portugal

Paulo e os Outros Apóstolos

De acordo com o livro de Atos, Paulo dá-se quase sempre bem com os apóstolos em Jerusalém. No entanto, julgando pelas suas próprias cartas, parece que o Paulo tem uma perspetiva diferente disso. Acha que os outros apóstolos nem sempre o levam a sério e que às vezes até se opõem a ele.

Um bom contacto

De acordo com Atos 15: 1-29 e 21: 15-26, existe um vínculo caloroso entre Paulo e os outros apóstolos. Estão de acordo em todos os pontos e proclamam a mesma mensagem. Apenas numa ocasião vemos uma discussão entre Paulo e Barnabé sobre João Marcos, primo de Barnabé. Essa discussão leva Paulo e Barnabé a não viajarem mais juntos para pregar o Evangelho ( Atos 15: 36-39).

Paulo em Jerusalém

De Gálatas 1: 17-19, tiramos a conclusão de que o próprio Paulo não acha necessário procurar ter contacto com os apóstolos em Jerusalém logo depois da sua conversão. Apenas três anos mais tarde vemos que Paulo faz uma visita a Jerusalém para conhecer Pedro.

Quatorze anos depois, Paulo vai de Antioquia a Jerusalém novamente, juntamente com Barnabé. Lá, ambos conversam com os outros apóstolos sobre a lei judaica ( Gálatas 2: 1-10 e Atos 15: 1-29).

Uma discussão com Pedro e Barnabé

De volta a Antioquia, Paulo discute com Barnabé, Pedro e algumas outras pessoas enviadas de Jerusalém à Antioquia. Na Carta de Paulo aos Gálatas, lemos que essa discussão é sobre a lei judaica. Ninguém apoia Paulo Então, este deixa Antioquia e prega o evangelho noutro lugar ( Gálatas 2: 11-14).

Um apóstolo para todas as pessoas 

Paulo vai a lugares onde ainda não há congregações cristãs. Prega o evangelho a todos. Os outros apóstolos concentram-se principalmente nos judeus ou vão a lugares onde já existe uma comunidade cristã. Muitas vezes exigem que todos os cristãos cumpram a lei judaica. Por causa disto, entram em conflito com Paulo, que tem uma visão muito diferente do assunto ( Gálatas 1: 6-9 e 2 Coríntios 11: 1-23).

 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.20.14
Siga-nos em: