Sociedade Bíblica de Portugal

Antecedentes de Paulo

Paulo cresceu em Tarso. Mais tarde, foi evidentemente a Jerusalém. Como judeu piedoso, tentou erradicar os seguidores judeus de Jesus Cristo. Trabalhava como artesão para se sustentar.

Em Tarso

A cidade de Tarso, na Ásia Menor, tinha uma atmosfera helenística e greco-romana. A língua franca era, como em muitas cidades do extenso Império Romano, grega. É provável que a comunidade judaica em Tarso à qual Paulo pertencia tenha sido fortemente influenciada pela cultura grega dominante daqueles dias.

Paulo falava grego, escrevia em grego e participava da cultura grega. De acordo com Atos 21: 40 e 22: 2, Paulo também falava hebraico.

Em Jerusalém

No livro de Atos, Paulo diz, num de seus discursos, que se mudou para Jerusalém logo após o seu nascimento. Lá, recebeu instruções do famoso estudioso jurídico judeu Gamaliel ( Atos 22: 3). Paulo não menciona isto nas suas cartas.

Um fariseu

Paulo era um fariseu ( Atos 23: 6, 26: 5 e Filipenses 3: 5). Os fariseus observavam estritamente todos os regulamentos da lei judaica. Estudavam a lei, interpretavam-na e ajudavam as pessoas a aplicá-la no quotidiano.

Paulo nos diz que, antes de sua conversão, também ele seguiu meticulosamente os regulamentos, leis e tradições judaicas e tentou cumprir todos os mandamentos de Deus ( Gálatas 1: 14).

Um perseguidor da igreja

O zelo de Paulo chegou ao ponto de ver os seguidores judeus de Jesus Cristo como uma ameaça ao verdadeiro judaísmo. Assim, decidiu erradicar completamente esse grupo ( Atos 8: 3, 9: 1-2, 1 Coríntios 15: 9, Gálatas 1: 13 e Filipenses 3: 6).

Um artesão

Em Atos 18: 3, lemos que Paulo era um fabricante de tendas e que trabalhava o couro. Ele próprio comenta nas suas cartas que se sustentava a si mesmo pelo trabalho árduo ( 1 Coríntios 4: 12 e 1 Tessalonicenses 2: 9). Com isto, declara-se independente e livre para proclamar o evangelho como bem entende ( 1 Coríntios 9).

 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.20.15
Siga-nos em: