Sociedade Bíblica de Portugal

Dragão

O Antigo Testamento contém textos diferentes sobre uma batalha que aconteceu durante a Criação, entre Deus e um dragão. Há também criaturas semelhantes ao dragão no Novo Testamento.

Imagens mitológicas

Textos como Job 3: 8, Salmos 74: 14 e Isaías 27: 1 referem-se à vitória de Deus sobre uma criatura semelhante a um monstro, que ocorreu durante a Criação. Este dragão é o símbolo das forças que se opõem à mitologia divina, como o caos, o mar indomável do mal (o monstro que vive no mar). Este monstro recebe nomes diferentes, como Leviatã, Raab, Beemote e Yammu ('mar').

Historicizar a imagem

Em alguns textos bíblicos, o dragão já não é uma imagem mitológica, mas adquire um significado histórico. O dragão representa os poderes terrestres que são inimigos de Deus. O monstro Raab em Is 30: 7 e Salmo 87: 4, por exemplo, refere-se ao poderoso império egípcio.

O dragão em textos escatológicos

Os textos escatológicos sugerem a ideia de que a batalha entre Deus e o dragão será repetida no final dos tempos, antes do início da nova Criação. Esta ideia pode ser encontrada em Isaías 27: 1 e Daniel 7, por exemplo. O livro de Apocalipse também contém várias criaturas semelhantes a dragões (veja, por exemplo, Apocalipse 12-13). São um símbolo para o mal que Deus irá derrotar. Em Apocalipse 20: 2, o dragão é equacionado com a serpente do paraíso, e identificado como Satanás.

O dragão na mitologia de outras nações

Na mitologia ugarítica, há uma história paralela em que o deus Baal derrota o dragão Yammu, que simboliza o mar. Havia outras nações que também tinham tais mitos. 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.20.14
Siga-nos em: