Sociedade Bíblica de Portugal

Festa das Semanas

O Festa das Semanas (também conhecido como Shavuot) é um dos três grandes festivais judaicos, além da Pessach ou Páscoa, e da Festa das Tendas. Para os judeus, é a conclusão da Pessach: o êxodo da escravidão no Egito é selado ao receberem a Torá no Monte Sinai. O cristianismo deu à Festa das Semanas uma interpretação diferente, substituindo-a pela de Pentecostes

Siwan

O festival é comemorado no sexto dia do mês de Siwan (maio / junho). Na Bíblia, existem regras que estipulam que ninguém deve trabalhar naquele dia e que os israelitas devem ir ao templo para aparecer perante Deus ({% Deuteronómio 16: 9-12%). 

Sobre o nome “Festa das Semanas”

Originalmente, a Festa das Semanas, ou de Pentecostes (BPT) era uma festa das colheitas. A festa recebeu o nome do costume judaico de contar sete semanas, desde a Pessach até à Festa das Semanas. Na Festa das Semanas, os israelitas faziam uma oferta de cereais da nova colheita de trigo ( Levítico 23: 16-17). Como a palavra hebraica para feixe é omer, o tempo entre a Pessach e a Festa das Semanas também é conhecido como “tempo de omer”.

Receber a Torá

Na tradição judaica, a Festa das Semanas sofreu uma mudança notável a partir do século II dC. O aspeto de festival das colheitas esmoreceu e, em seu lugar, a Festa das Semanas ficou ligada à lembrança do recebimento da Torá no Monte Sinai. Este evento representou a conclusão da libertação que começou no Egito.

 

Esta mudança está de acordo com uma tendência mais geral da Bíblia, segundo a qual as festas agrícolas originais estão ligadas a eventos importantes da história de Israel.

Tradições

O livro de Rute é lido na sinagoga na Festa das Semanas, provavelmente porque a história de Rute se passa no contexto das colheitas. Além disso, a história de Rute, que trata de cuidar de estrangeiros e oprimidos, está ligada ao mandamento em Levítico 23: 22: “E, quando segardes a sega da vossa terra, não acabarás de segar os cantos do teu campo, nem colherás as espigas caídas da tua sega; para o pobre e para o estrangeiro as deixarás.”. Este mandamento segue-se diretamente às instruções para a Festa das Semanas.

 

Durante a Festa das Semanas, a sinagoga é decorada com flores e plantas. Um dos costumes é ficar acordado a noite toda para estudar a Torá. 

 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.20.14
Siga-nos em: