Sociedade Bíblica de Portugal

Festa dos Pães Asmos

A Festa dos Pães Asmos tem provavelmente as suas raízes num ritual agrícola, que mais tarde foi fundido com a celebração da Pessach. O festival durava sete dias e começava no décimo quinto dia do primeiro mês do calendário judaico.

Colheita de cevada

O festival coincidia com a colheita da cevada. Antes que o pão fosse cozido com o novo grão, o velho fermento seria removido das casas das pessoas e, durante uma semana, as pessoas comiam pão sem fermento. Depois, o pão seria feito com fermento novo. O ritual simbolizava um "novo começo" e uma rutura com o passado.

Páscoa

Em Levítico 23: 5-6, a Festa dos Pães Asmos é mencionada separadamente. Mas em Êxodo 12: 15, a festa já está entrelaçada com a Páscoa dos judeus. A partir daquele momento, o fermento passou a simbolizar tanto a “grande pressa” do Êxodo quanto o começo da nação de Israel como povo escolhido de Deus. 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.13.12
Siga-nos em: