Sociedade Bíblica de Portugal

Dia da Expiação

O Dia da Expiação (ou Yom Kipur) é um dia de reflexão, jejum e descanso. O dia tem como foco a expiação dos pecados. As instruções relativas a esta festa podem ser encontradas em Levítico 16: 1-34 e Levítico 23: 26-32.

Dia do Jejum

O Dia da Expiação ocorre no décimo dia do mês Tisrei (setembro / outubro). Neste dia, as pessoas devem fazer jejum e não podem trabalhar.

Ritual de Purificação

O nome hebraico Yom Kipur é derivado do ritual de purificação, pelo qual o sangue de uma cabra é aspergido no "propiciatório" (a tampa) da Arca da Aliança. Dessa maneira, as transgressões do povo eram “encobertas”, como um sinal da reconciliação entre Deus e o seu povo.

O sumo sacerdote realizava o ritual da oferta pelo pecado no lugar santíssimo do tabernáculo ou no lugar santíssimo do templo em Jerusalém.

Após a destruição do segundo templo em 70 dC, este ritual já não pôde ser realizado. Desde então, o foco do Dia da Expiação tem sido a reflexão, a oração e as doações de caridade.

Tradições

Na tradição judaica, o Dia da Expiação tornou-se o dia mais importante do calendário. As pessoas concentram-se na contemplação, na expiação das suas falhas e na reconciliação com Deus e com os outros. Na sinagoga, Jonas, o livro da Bíblia, é lido e o shofar é tocado.

O Dia da Expiação é a conclusão de um período de dez dias que começa com novo ano (Rosh Hashaná). Estes dias são chamados de "Dias de Temor". É um período em que as pessoas contemplam para o ano que passou e tomam resoluções para o ano seguinte.

 

Seja nosso Parceiro e tenha acesso a +Bíblia:

  • Bíblias de Estudo e artigos
  • Geográfia, história e cultura
  • Línguas originais: hebraico, grego e “Septuaginta”
  • Traduções em PT e noutras línguas

Sociedade Bíblica de Portugalv.4.16.20
Siga-nos em: